domingo, 11 de dezembro de 2011

AMIGA DO PARQUE BARIGUI - PAOLA CROSS

A AMIGA DO PARQUE BARIGUI PAOLA CROSS uma cantora pop, nascida em Curitiba, cresceu ao som de muito rock clássico, baladas dos anos 80 e pop music. Fazia música por brincadeira, por paixão, embora tentasse se enquadrar em profissões mais ortodoxas. Formou-se em publicidade e passou a atuar na área do marketing. Mas o chamado da música era forte demais para ser ignorado. Então resolveu fazer o que faz de melhor: música.

Suas referências musicais começam com grandes estrelas do universo pop como Madonna e Michael Jackson; divas do calibre de Tina Turner e Mariah Carey - cantora que inspirou seu jeito de cantar - passando por música clássica, uma de suas paixões, pelo rock de Elvis Presley, dos Beatles, do Deep Purple e do AC/DC, pelo metal progressivo do Dream Theater e do Symphony X, até a admiração inesgotável pela agressividade de Janis Joplin e do vocalista do Aerosmith, Steven Tyler.

No entanto, sua música é altamente pop e de primeira qualidade. Batidas eletrônicas para figurar com Kesha, Britney Spears e Lady Gaga em qualquer pista de dança. Som com ritmos irresistíveis, com batidas fortes e riffs marcantes, trazidos do mais puro rock, que tem lugar cativo em seu hall de preferências. Paola pretende permeá-lo nas entrelinhas de todo o seu trabalho.

Sua música de lançamento, uma rock ballad intitulada Sweetest Sin, já dá o tom de romance-com-pegada que a artista espera imprimir em sua obra. O clip da música foi gravado em Londres e mostra a cantora andando pelos maiores símbolos da capital inglesa, como a Tower Bridge, o Big Ben e o London Eye. Já Bring It On, sua música de trabalho, trata-se de um pop eletrônico extremamente dançante, com pé fincado no rock. O videoclipe da nova música será lançada pela MTV americana.

Sim. A música é em inglês, mas ela também canta e compõe em português. Não pretende se prender a idiomas, como não pretende se prender a fronteiras. Considera que música diz respeito à sonoridade - se soa bem, não importa em que língua foi escrita.

Suas letras abordam temas do universo feminino, porém, seu propósito não é erguer a bandeira do feminismo propriamente; sua feminilidade vem da exploração do paganismo, do conceito de sagrado feminino, das religiões ancestrais e da mitologia, temas que a fascinam. Os mitos de várias épocas e origens estão salpicados em todo seu trabalho, influenciando desde o conceito estético dos clipes e figurinos, até seu comportamento, música e forma de pensar. Suas inspirações míticas não se limitam a febres contemporâneas.

Ela realmente se dedica aos assuntos de que gosta, como a fantasia, e vai a fundo às pesquisas. Adora a esfera do vampirismo – considerando o Drácula de Bram Stocker como um de seus livros e filmes preferidos –, os livros de Anne Rice e de Tolkien, as epopeias gregas, entre outros. Tem se divertido e aproveitado o entusiasmo em torno de temas fantásticos, lendo praticamente todas as séries atuais desse tipo. E, quando esteve em Londres, assistiu ao musical O Fantasma da Ópera.

Referência para ela é o que não falta. Sua sede de conhecimento faz com que nunca fique parada. Sempre se esquiva diante de rótulos e comparações. Ao tentar enquadrá-la num rótulo ou categoria, lá vai ela provar que não é somente ou exatamente aquilo.

Paola Cross tem muito que oferecer à música. Está determinada a trazer uma nova proposta para o Pop no Brasil. Foge ao estilo de cantoras que já fazem sucesso no país e, apesar das dificuldades de se aventurar em terreno desconhecido, não se rendeu a estilos musicais já consagrados nacionalmente para se dar bem. Bateu o pé e preferiu seguir com sua própria personalidade musical e cultural.

A beleza é desconcertante. Mas não pense que a cantora é somente sensualidade. Paola é aficionada pelos filmes de Quentin Tarantino e de Stanley Kubrick – Pulp Fiction e Laranja Mecânica em especial –, tem livros de Dostoiévski, Tostói e George Orwell na sua cabeceira e frequentemente cita Voltaire e Nietzsche em suas redes sociais.

Falando em internet, a curitibana possui mais de 4.000 seguidores em sua página no Facebook, sem contar seus dois perfis pessoais. Seu Twitter possui mais de 60.000 seguidores e seus vídeos no Youtube já acumularam juntos mais de meio milhão de acessos.

Admirada por marmanjos e mocinhas que já a veem como musa inspiradora, Paola promete performances vibrantes nos palcos, com figurinos fantásticos, muita dança e épicas batalhas de sedução com a plateia. Seus milhares de seguidores na internet pedem: que venha o álbum de estreia!

Contato:

www.facebook.com/paolacrossbr - www.twitter.com/paola_cross

Seu empresário é André Sanseverino - andre@paolacross.com - 55 44 99437626

2 comentários:

BORBAGATO100 disse...

A nossa nova e radiante Musa veio pra ficar e incendiar corações.
Acredito que ela não vá somente lançar um Álbum, seus estilos são múltiplos, seus timbres variados,suas performances são inovadoras, muita sensibilidade e muita bagagem artística aflorando dia a dia.
Ela pode lançar tres Álbuns com estilos totalmente diferentes, sem perder seu foco e estilos musicais.
Seu empresário é um visionário, com muito talento e percepções extras.
Um álbum POP, outro de ROCK e outro de Country / Soul podem detonar o mundo da música e causar uma nova explosão estelar no conceito de expansão musical, inclusive criando um novo despertar no conceito das mesmisses do mercado de músicas comerciais, que só tocam o que vende e que acabam por assim dizer , prejudicando a expansividade pessoal e criativa de cada artista.
Bjs a todos !
Parabéns Renato Bürgel também pelo seu talento que cnheço desde a TVA.

Abs a todos !Um FELIZ NATAL e um PRÓSPERO ANO repleto de realizações e prosperidade, saúde e paz, porque a Harmonia chegou com a nossa Musa, PAOLA CROSS.!!!!

Renato Bürgel disse...

Realmente nossa Querida Amiga do Parque Barigui Paola Cross é um talento especial e "veio pra ficar e incendiar corações" como você bem colocou em seu belo depoimento! Desejo toda sorte e sucesso a vocês! Abração e um Feliz Natal repleto de Paz e Harmonia.... e é claro a melhor música! Renato